Sabedoria Ramatis

Sabedoria Ramatis

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

A INVOCAÇÃO DOS ORIXÁS



Invocamos os orixás, seja por contagens numéricas e pontos cantados, ou ambos ao mesmo tempo, durante os atendimentos apométricos:

· Invocação de Oxalá e linha do Oriente: faz a distribuição ou "descida" vibratória das outras linhas e entidades. É adequado cantar-se no início dos trabalhos e em situações que requerem atuação do chamado agrupamento do Oriente e dos médicos do Astral.

Exemplo: para fixar agrupamento do Oriente, plasmar ala médica e instrumentação cirúrgica no Astral.

· Invocação de Yemanjá: limpeza magnética do ambiente, do trabalho, dos médiuns e dos consulentes pelo povo d'água.

Exemplo: após desmanchos, desobsessões, demandas, manifestação de espíritos sofredores, e sempre que se for necessário fazer uma harmonização do grupo. Yemanjá pode ser invocada também nos casos em que se deseja fixar o sentimento de maternidade no campo vibratório de uma consulente, por existir conflito entre mãe e filho.

· Invocação de Oxum: harmonização exaltando o sentimento de amor incondicional que acompanha a vibração deste orixá.

Exemplo: nos casos em que um casal está em desavença por causa de uma gravidez recente ou por tentativas de engravidar frustradas.

· Invocação de Oxossi: curas e cirurgias astrais.

Exemplo: quando um consulente estiver com câncer. Pode ocorrer a atuação desta vibração em trabalhos desobsessivos, pelos caboclos flecheiros (Jurema, Cobra Coral).

· Invocação de Xangô: para a verificação de causas pretéritas, traumas do passado que necessitam de equilíbrio, conforme a Lei do Carma, e ocorrências em que o livre-arbítrio do consulente está sendo desrespeitado.

Exemplo: pânico de elevador porque em uma vida passada o consulente caiu de um telhado. Espíritos obsessores se aproveitam disso e aumentam o mal-estar - essas informações geralmente são fornecidas pelos guias, através de um médium, ou pelo dirigente, quando ele não as recebe direto do Astral pela clarividência ou incorporação.

· Invocação de Ogum: as entidades desta linha irão realizar o trabalho de demanda; irão lutar contra as falanges das "sombras"; irão antepor-se frontalmente com os feiticeiros do Umbral inferior, criandoExemplo: consulente magiado, em "confronto" com a organização contratada no submundo astral que fez o trabalho. Invocamos o orixá Ogum e os caboclos da vibratória se manifestam. Se necessário, são utilizados elementos materiais, como fogo, pólvora, água.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

A ÁGUA MAGNETIZADA (FLUIDIFICADA) E SEU PODER.




PERGUNTA: Como poderemos entender que a água potencializada pelos fluidos magnéticos dos médiuns incomuns pode mesmo superar certos medicamentos poderosos da nossa medicina?
RAMATÍS:  Já dissemos que o médium, tanto quanto o enfermo, não passam de acumuladores vivos com diferença de carga energética em comum, cujos corpos reduzidos em sua estrutura e espaços interatômicos cabem perfeitamente numa caixa de fósforos. Ao ingerir a água fluidificada, isto é, um conteúdo potencializado de modo incomum no seu energismo, o homem absorve diretamente e em estado de pureza, essa carga de forças vitalizadoras. Mas no caso dos medicamentos fabricados, ele, extraindo deles o "quantum" de energia de que necessita, também absorve desses elementos as impurezas e substâncias tóxicas da sua natural composição química. 
Sabem os médicos que a eliminação dos sintomas enfermiços do corpo físico nem sempre significa a cura da moléstia, porquanto neutralizar os efeitos mórbidos não induz à extinção da sua causa. No entanto, essas drogas excitantes, antiespasmódicas, dilatadoras, sedativas ou térmicas, embora benfeitoras na eliminação de sintomas dolorosos, são compostas, geralmente, de tintura de vegetais agressivos, minerais cáusticos, substâncias tóxicas extraídas de insetos e répteis e que, se fossem ministradas na sua forma química natural causariam a morte imediata. Essa é a grande diferença entre a água fluidificada e a medicação medicinal. Enquanto a primeira é energia pura transmitida através dum veículo inofensivo, como é a água comum, a segunda, embora ofereça também proveitoso energismo para o campo magnético do homem, utiliza substâncias nocivas, que obrigam o perispírito a uma exaustiva reação de defesa contra a sua toxidez. Enquanto tais drogas ou medicamentos extinguem sintomas enfermiços do corpo carnal, o seu eterismo oculto e desconhecido da ciência comum ataca o perispírito, porque esse eterismo origina-se do duplo etérico de minerais, vegetais, insetos e répteis do mundo astral primário, próprio dos reinos inferiores do orbe. água é, pois, naturalmente um bom "condutor" de eletricidade, e que depois de fluidificada ainda eleva o seu padrão energético comum para um nível vibratório superior Assim operam-se verdadeiros milagres 2 pelo seu uso terapêutico adequado, igual ao passe mediúnico ou magnético que, aplicado por médiuns ou pessoas de fé viva e sadios, transforma-se em veículo de energias benéficas para a contextura atômica do corpo físico. A matéria, conforme explicou Einstein é "energia condensada", o que ficou comprovado pela própria desintegração atômica conseguida pela ciência moderna. transformando novamente a matéria em energia! Deste modo, o que nos parece substância sólida, absoluta, é um campo dinâmico em continua ebulição, cuja forma é apenas uma aparência resultante desse fenômeno admirável do movimento vibratório. Não há estaticidade absoluta no Cosmo, uma vez que no seio da própria pedra há vida dinâmica, incessante, condicionada a atingir freqüências cada vez mais altas e perfeitas.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

COMO PODEMOS FAVORECER O TRABALHO PROTETOR DOS NOSSOS GUIAS?



PERGUNTA:  Sob o vosso ponto de vista espiritual, qual é a melhor atitude que nos recomendais no trato da vida carnal, a fim de favorecermos o trabalho protetor dos nossos guias?
RAMATÍS:  O homem eleva-se ou afina-se em espírito, tanto quanto ele purga os seus pecados, abandona os vícios ruinosos, domina as paixões perigosas e despreza os prazeres lascivos da carne. Deste modo, ele sintoniza-se às faixas espirituais superiores e pode então receber dos espíritos benfeitores a orientação certa e proveitosa para cumprir o seu destino educativo no mundo material. No entanto, não faltam ensinamentos espirituais adequados a cada povo terreno, pois em todas as latitudes geográficas ou regiões físicas da Terra sempre encarnaram entidades excepcionais, que se devotaram heroicamente a orientar o homem terreno para alcançar a sua definitiva Ventura Espiritual. 
Buda instruiu os asiáticos, Hermes os egípcios, Crishna os hindus, Confúcio os chineses, Pitágoras os gregos, Zoroastro os persas, enquanto Jesus resumiu esses ensinamentos no seu admirável Evangelho; e Allan Kardec popularizou-os pela codificação espírita. Em linguagem simples e convincente, o Espiritismo expõe a todos os homens ignorantes ou sábios, os mais avançados conceitos de filosofia, técnica mediúnica e erudição espiritual, que resistiram galhardamente a cem anos de sarcasmo do academismo científico e de perseguição sistemática do Clero ciumento.
O hábito do Bem e a integração definitiva do homem nos preceitos evangélicos de Jesus, realmente despertam as forças criadoras da alma e a imunizam contra os ataques perversos e capciosos "das Trevas". Só a vivência espiritual superior permite ao homem ouvir a voz do seu guia vibrando na intimidade de sua alma, e assim dispensar os recursos drásticos e dolorosos que o Alto, às vezes, precisa mobilizar a fim de reprimir as suas atividades ilícitas e perigosas.

sábado, 30 de janeiro de 2016

CÂNCER – VENENO PSÍQUICO


PERGUNTA:  Mas, em virtude de o câncer recrudescer tanto, atualmente, conforme o demonstram as estatísticas médicas, não se poderia supor que quase toda a humanidade está contagiada por ele? Trata-se de moléstia velhíssima que decresce, ou de enfermidade nova que se alastra pelo mundo?

RAMATIS:  Em face do aumento sucessivo de habitantes na Terra, quer devido à encarnação progressiva de espíritos provindos das regiões médias e inferiores do astral, como também às entidades desencarnadas que imigram de outros planetas mais ou menos semelhantes ao vosso, é certo que também recrudesce o número de almas portadoras de venenos psíquicos e que, ao serem drenados pelo corpo carnal provocam o câncer e outras moléstias insidiosas. 
Grande parte da humanidade terrícola ainda produz e acumula fluidos perniciosos nas “operações baixas” exercidas pela mente e pelos desejos torpes, transformando os seus corpos carnais em condensadores vivos, que depois despejam o lixo psíquico para a sepultura. 
Embora Jesus, no Ocidente, e Buda, no Oriente, continuem inspirando os movimentos humanos com os seus elevados ensinamentos do “purificai-vos” e o “sede perfeitos”, os terrícolas ainda se deixam atar às paixões delituosas e escravizantes, enquanto agravam os seus deslizes das vidas anteriores e geram novos desequilíbrios, vencidos pela inquietação neurótica da vida moderna. Desgasta-se rapidamente a maquinaria viva do corpo físico, enquanto “baixa” incessantemente a morbosidade psíquica, acelerando a desarmonia celular e aumentando de modo apreensivo o câncer da humanidade. A angústia e a insatisfação das criaturas dominadas por forte cobiça e competindo desesperadamente para a maior exaltarão política, social ou acadêmica, é que então exacerbam a patogenia cancerosa, muito sensível ao acicate psíquico. Ela só será reduzida através de uma vida espiritual sublimada e a distância de tanta cupidez, ganância, deboche e vícios degradantes.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...